264 km / 10 días a pé

O Caminho de Inverno

Se está a procurar uma alternativa ao concorrido Caminho Francês, está a planear a sua peregrinação nos meses de inverno, ou simplesmente quer desfrutar de uma rota quase milenar que oferece paisagens inesquecíveis, o Caminho de Inverno apresenta-se como uma perfeita opção para viajar durante 10 dias até Santiago de Compostela.

Para aqueles que ainda têm dúvidas, a continuação esclarecemos tudo o que precisa de saber sobre a história deste Caminho de Inverno, com informação de cada uma das etapas, para que saiba tudo o que o espera se escolher este itinerário.
E se quiser organizar a sua viagem para que nada falhe, não hesite em nos contactar.


Foto:Las Médulas

Quer fazer o Caminho de Santiago?

Confie na melhor agência para organizar a sua viagem. Deixe os seus dados e nós iremos enviar-lhe informação sem qualquer compromisso.


Os seus dados vão ser comunicados à Pilgrim Travel S.L. , e esta empresa vai gerir a sua solicitação. Para exercer os seus direitos de limitação do tratamento, consulte a política de privacidade. Dados recolhidos por Premium Leads S.L.

História do Caminho de Santiago de Inverno

264 km / 10 días a pé

 

O Caminho de Inverno é um percurso cuja origem remonta ao antigo Império Romano. Ao longo da história tem servido como uma forma de entrar na Galiza desde a península durante os meses de inverno, evitando assim as neves de O Cebreiro.

Das legiões romanas às tropas napoleónicas, incluindo naturalmente os peregrinos que se dirigían a Compostela para ver o sepulcro do Apóstolo, esta rota é a única dos Caminhos de Santiago que, após começar em Ponferrada, percorre as quatro províncias da Galiza antes de se unir ao Caminho Sanabrés ou Vía da Prata nas suas etapas finais.

camino invierno

Por que escolher o Caminho de Inverno?

O Caminho de Inverno, apesar do seu nome, tornou-se uma rota ideal para qualquer estação do ano, devido à beleza das suas paisagens. Além disso, no verão é uma boa alternativa ao Caminho Francês, muito frequentado pelo menos desde Ponferrada, para se juntar ao Caminho Sanabrés na província da Corunha e assim evitar a maior afluência de peregrinos.

Escolhendo o Caminho de Inverno estamos a seguir uma antiga estrada romana com séculos de história a cada passo, o que nos permite desfrutar dos melhores lugares das quatro províncias galegas. Na nossa rota iremos desfrutar do cânion do rio Sil na Ribeira Sacra, ou da região de Deza em Pontevedra, assim como presenciar castelos, pontes medievais, mosteiros e outros patrimónios de grande importância histórica.

Monforte de Lemos

Foto: Chichole

Chantada

Foto: Bene Riobó

Rodeiro

Foto: Xas

Sar

Foto: Simon Burchell

Etapas do Caminho de Inverno

O Caminho de Inverno está dividido em 10 etapas a pé, durante as quais desfrutaremos de paisagens naturais inesquecíveis através das quatro províncias galegas. Um caminho perfeito para aqueles que querem fugir da rotina e perder-se entre florestas e um ambiente rural único.

Etapa 1
Ponferrada – Las Médulas (27,8 km)

O primeiro dia do Caminho de Inverno começa no Bierzo, onde iremos caminhar por vinhedos e castanheiros até ver o castelo templário de Cornatel. A nosso caminho acaba em Las Médulas, a maior mina de ouro descoberta durante o Império Romano: escavações que se destacam pelo contraste das suas areias avermelhadas com a vegetação que a rodeia.

Etapa 2
Las Médulas – O Barco de Valdeorras (27,2 km)

Entramos na comunidade galega neste segundo dia do Caminho desde a província de Ourense. Mas primeiro chegaremos ao miradouro de Pedrices, após o qual desceremos ao rio Sil, fronteira natural entre a Galiza e León. Depois de atravessar o rio, continuaremos a caminhar ao longo do seu percurso até chegar à região de Valdeorras, famosa pelos seus vinhos.

Etapa 3
O Barco de Valdeorras – A Rúa de Valdeorras (12 Km)

A terceira etapa é curta e fácil, sem muitos declives, uma vez que caminhamos junto ao rio Sil. Desta forma poderemos desfrutar da vegetação que nos rodeia em todo momento. Em breve chegaremos ao nosso objetivo do dia, A Rúa de Valdeorras, onde teremos de passar a noite, uma vez que não há muitos serviços mais adiante. A nossa recomendação é aproveitar esta curta etapa para provar os melhores vinhos da região, elaborados de forma tradicional em caves subterrâneas. Mas com moderação, pois as seguintes etapas serão mais difíceis.

Etapa 4
A Rúa de Valdeorras – Quiroga (26,5 km)

A principal dificuldade desta etapa, além de ser mais longa do que a anterior, é a falta de serviços nas diferentes aldeias que iremos atravessar. Mas tudo será recompensado pela nossa viagem ao longo da Ribeira Sacra, que nos oferece vistas incríveis salpicadas de mosteiros e igrejas que remontam à Idade Média. A partir daqui chegaremos ao nosso destino, Quiroga, na província de Lugo.

Etapa 5
Quiroga – Monforte de Lemos (35,4 km)

Neste quinto dia do Caminho de Inverno enfrentamos o que é provavelmente a etapa mais difícil de todo o percurso, dada a sua longa distância e as suas subidas e descidas contínuas através das florestas. Deixaremos finalmente o rio Sil, que nos acompanhou até agora, para atravessar o rio Lor através de uma bela ponte de origem romana. A ermida de Os Remedios oferece excelentes vistas e o castro de San Lourenzo, o qual nos aproxima a Monforte de Lemos, onde passaremos a noite.

Etapa 6
Monforte de Lemos – Chantada (30,4 km)

Monforte despede-se com a sua ponte medieval para dar lugar a uma etapa pontilhada de igrejas românicas ao longo do seu percurso. Além disso, nesta etapa alcançaremos o marco que indica o quilómetro 100 do Caminho de Santiago de Compostela. A partir daqui, começaremos a descer pela montanha antes de chegar às vinhas localizadas em ambos os lados do rio Minho. Depois de atravessarmos a ponte de Belesar, estaremos mais perto de Chantada, onde passaremos a noite.

Etapa 7
Chantada – Rodeiro (25,4 km)

Saindo de Chantada, encontraremos o ponto mais alto do Caminho de Inverno na Serra do Faro, com mais de mil metros de altitude, que alcançaremos durante uma subida progressiva e constante. Não podemos perder a oportunidade de desfrutar do miradouro que a esta altitude nos oferece umas espectaculares vistas das quatro províncias galegas. Na segunda metade da etapa começaremos a descida em direcção a Rodeiro, o destino do nosso dia, atravessando as Fragas do Arnego.

Etapa 8
Rodeiro – A Laxe (27,9 km)

Desfrutaremos da paisagem mais rural nesta etapa em que teremos de atravessar o rio Arnego várias vezes: a última delas será através da bela ponte medieval de Pedroso. Mais adiante chegamos a cidade de Lalín, famosa pelo seu cozido, onde muitos peregrinos optam por ficar e desfrutar da sua gastronomia. Outros continuarão para a aldeia de A Laxe, onde o Caminho de Inverno se junta com o Sanabrés e a Via de la Plata até à nossa chegada a Compostela.

Etapa 9
A Laxe – Outeiro (34 km)

Esta é uma etapa longa mas relativamente fácil, na qual teremos provavelmente mais companhia, uma vez que deixámos o Caminho de Inverno para nos juntar ao Sanabrés. Destaca a descida para o rio Ulla ao longo de uma pista de asfalto, mas em geral não vamos encontrar desníveis muito pronunciados. Também deixamos a província de Pontevedra para entrar na Corunha até a pequena aldeia de Outeiro, finalizando a penúltima etapa do caminho.

Etapa 10
Outeiro – Santiago de Compostela (16,7 km)

Já estamos muito perto de Santiago de Compostela. Apenas teremos de caminhar esta curta etapa, não sendo muito difícil, para chegar a Praça do Obradoiro a meio da manhã. Ao longo deste dia poderemos ver o Pico Sacro, onde poderemos subir se tivermos tempo suficiente para tentar ver as torres da Catedral de Santiago. A nossa entrada em Compostela será por Ponte de Sar, onde passaremos por uma histórica estrada de pedra romana e de onde poderemos ver a catedral ao longe. A partir daqui só podemos desfrutar da curta distância que nos separa da Praça do Obradoiro.


Precisa ajuda para projetar o seu Caminho de Santiago?

Se quer viver toda a experiência do Caminho de Santiago, ajudamo-lo a programar a sua viagem. Apresente-nos a sua questão sem compromisso e nós responderemos muito brevemente.

Os seus dados vão ser comunicados à Pilgrim Travel S.L. , e esta empresa vai gerir a sua solicitação. Para exercer os seus direitos de limitação do tratamento, consulte a política de privacidade. Dados recolhidos por Premium Leads S.L.

Conheça outros Caminhos

O Caminho Francês de Santiago é um dos caminho mais exigentes, mas existem alternativas que deveria conhecer.

» Caminho Francês 764 km / 33 dias
» Caminho Português 620 km / 25 dias
» Caminho do Norte 824 km / 32 dias
» Caminho Primitivo 313 km / 11 dias
» Caminho Inglês 119 km / 6 dias
» Via da Prata 960 km / 27 dias