365 km / 13 días a pé / 7 de bicicleta

O Caminho Sanabrés

Para os peregrinos que gostam de desfrutar dos mosteiros durante o seu percurso, sem renunciar às mais belas paisagens naturais, o Caminho Sanabrés é a opção ideal. Quer o seu ponto de partida seja a província de Zamora, como se a sua intenção fosse viajar pela Via da Prata, aqui tem uma excelente alternativa à concorrida última parte do Caminho Francês.

Para saber mais sobre o Camino Sanabrés, a continuação explicamos as suas origens, assim como as etapas que o compõem, para que possa planear esta experiência com toda a antecedência necessária. Teremos todo o gosto em acompanhá-lo no seu caminho!


Foto: Santa María de Moreruela

Quer fazer o Caminho de Santiago?

Confie na melhor agência para organizar a sua viagem. Deixe os seus dados e nós iremos enviar-lhe informação sem qualquer compromisso.


Os seus dados vão ser comunicados à Pilgrim Travel S.L. , e esta empresa vai gerir a sua solicitação. Para exercer os seus direitos de limitação do tratamento, consulte a política de privacidade. Dados recolhidos por Premium Leads S.L.

Historia do Caminho Sanabrés

365 km / 13 días a pé / 7 días de bicicleta

 

O Caminho de Santiago Sanabrés é uma rota alternativa à Via da Prata que, após ter passado a cidade de Zamora (mais especificamente em Granja de la Moreruela) desvia-se para a província de Ourense, em vez de continuar até Astorga, onde os peregrinos continuam pelo Caminho Francês.

A origem deste caminho esteve sempre ligada a esta Via da Prata, uma estrada de grande importância no passado, uma vez que ligava o sul da península com o norte. Desta forma, serviu para a circulação de comerciantes e agricultores durante a época da colheita, assim como Canhada Real para aqueles que se dedicavam ao pastoreio tradicional de transumância.

camino sanabrés

Por que escolher o Caminho Sanabrés?

Também conhecido como o Caminho Moçárabe, o Caminho Sanabrés é uma alternativa cada vez mais popular para os peregrinos que percorrem a Vía da Prata. Desta forma, é como se tivesse concluído duas rotas jacobeias numa única peregrinação.

No entanto, o Caminho Sanabrés é também uma opção altamente recomendada para aqueles caminhantes que têm apenas duas semanas para completar o Caminho de Santiago e obter a Compostela. Pelo caminho podemos desfrutar de mosteiros e templos de grande valor histórico, assim como de um ambiente natural único, evitando as multidões de peregrinos do Caminho Francês.

Tábara

Foto: Tamorlan

Santa Marta de Tera

Foto: GFreihalter

Puebla de Sanabria

Foto: Contando Estrelas from Vigo

Catedral de Ourense

Foto: Simon Burchell

Etapas do Caminho Sanabrés

O Caminho Sanabrés compreende um total de 13 etapas a pé, que serão 7 etapas se o fizesse de bicicleta. A primeira destas etapas tem as características típicas do planalto espanhol: principalmente plana e sem grandes dificuldades, embora às vezes possam ser longas. Mais tarde encontraremos paisagens montanhosas que, sem dúvida, tornarão o Caminho mais entretido.

Etapa 1
Granja de la Moreruela – Tábara (25,3 km)

A primeira etapa do Camino Sanabrés percorre caminhos de terra que nos levarão à ponte Quintos, para depois atravessar o rio Esla. Daqui seguiremos a nossa rota paralela ao rio, até o deixar num ponto alto da montanha de onde desfrutaremos de belas vistas. Chegaremos a Faramontanos de Tábara antes de ver a bela igreja românica de Santa Maria, que serve de recebimento a cidade de Tábara.

Etapa 2
Tábara - Santa Marta de Tera (22,7 km)

Seremos acompanhados neste percurso pelas inesquecíveis vinhas e castanheiros da região, e também pelas suas adegas únicas, escavadas em terras argilosas. 9 km depois de Tábara teremos duas alternativas no caminho: continuar por Bercianos de Valverde ou por Villanueva de las Peras, através de um envolvente campo de tomilho. Assim como na etapa anterior, encontraremos outra notável igreja românica no final do nosso percurso. Neste caso, é a igreja dedicada a Santa Marta de Tera.

Etapa 3
Santa Marta de Tera - Mombuey (36 km)

Esta terceira etapa, embora não muito difícil, é bastante longa, pelo que alguns peregrinos optam por passar a noite na cidade de Rionegro del Puente. Se optarmos por continuar, teremos de continuar deixando para trás um antigo Hospital de Peregrinos e caminhar aproximadamente outros 9 km máis até chegarmos a Mombuey, onde podemos desfrutar do rico património artístico deste município.

Etapa 4
Mombuey - Puebla de Sanabria (31,7 km)

Temos à nossa frente outro longo dia de mais de 30 km, que começa por passar a magnífica torre românica da igreja de Santa Maria, cuja construção é atribuída aos Cavaleiros Templários. Teremos de atravessar a auto-estrada várias vezes durante o nosso percurso, mas os nossos esforços serão recompensados quando chegarmos a Puebla de Sanabria através do rio Tera, onde encontraremos todos os serviços de que necessitamos e um centro histórico inesquecível.

Etapa 5
Puebla de Sanabria - Lubián (29,5 km)

Iniciamos a última etapa através da comunidade de Castilla-León saindo da Praça Maior de Puebla de Sanabria, para descer até ao rio Castro. Aqui teremos um troço de estrada nacional, mas vai alternando com caminhos entre castanheiros e prados. Passaremos a bela aldeia de Requejo e continuaremos através de florestas de carvalhos até ver a cidade de Lubián ao longe, onde passaremos a noite antes de entrarmos em terras galegas na próxima etapa.

Etapa 6
Lubián - A Gudiña (23,8 km)

Deixamos a província de Zamora para entrar em Ourense, subindo o Alto de A Canda. A ermida dedicada à Virgem de Loreto irá rebernos um pouco mais adiante na aldeia de O Pereiro, aproximando-se cada vez mais a parte final desta etapa. Agora só nos resta atravessar as vias férreas para entrar em O Cañizo, uma localidade que pertence ao município de A Gudiña e, após caminhar mais alguns quilómetros, chegaremos à capital municipal, onde podemos desfrutar da igreja de San Pedro, situada no centro urbano.

Etapa 7
A Gudiña - Laza (34 km)

Em A Gudiña teremos a opção de continuar o nosso caminho por Verín, sendo um pouco mais longo e normalmente preferido pelos bicigrinos, ou por Laza. Uma longa e solitária etapa aguarda-nos, com pequenas aldeias escassamente povoadas onde dificilmente encontraremos serviços. No entanto, as vistas das paisagens que teremos à nossa disposição compensarão todo o esforço. Finalmente encontraremos Laza após uma descida que antecipa o fim da etapa de hoje, onde poderemos recuperar forças para continuar no dia seguinte.

Etapa 8
Laza - Xunqueira de Ambía (33 km)

Esta etapa é semelhante à anterior: uma rota entre cidades muito pequenas e aldeias carentes de serviços, mas de grande beleza, uma vez que atravessa uma paisagem natural. A principal dificuldade desta etapa será a subida à montanha Requeixada, assim que chegarmos a Tamicelas. Continuaremos até à cruz de madeira da montanha Talariño, a quase mil metros de altitude, para continuar a descer até Vilar de Barrio. Continuaremos a rota sem grandes dificuldades até ao nosso objetivo de hoje, Xunqueira de Ambía.

Etapa 9
Xunqueira de Ambía - Ourense (22 km)

Etapa mais curta do que as anteriores e na que chegaremos a Ourense. Neste dia, teremos de alternar estradas de terra com o asfalto da estrada nacional, bem como atravessar o parque industrial que demora a nossa entrada em Ourense. Assim que alcançamos o nosso objetivo, poderemos desfrutar de todos os serviços que precisamos, uma vez que este município tem mais de 100.000 habitantes e um belo centro histórico que será o toque final perfeito para este dia.

Etapa 10
Ourense - Cea (22,2 km)

A etapa 10 deste caminho é também curta como a anterior, algo que é apreciado após completar vários dias de longos quilómetros. Depois de atravessar a ponte sobre o rio Minho, teremos de escolher entre duas opções para o nosso destino, Cea. Entre os dois caminhos há uma diferença de alguns quilómetros, sendo a opção de Canedo a mais tradicional e frequentada pelos peregrinos. À nossa chegada a Cea não nos podemos esquecer de provar o seu famoso pão, cozido num forno a lenha.

Etapa 11
Cea - A Laxe (33,8 km)

Enfrentamos agora uma longa etapa em que deixaremos a província de Ourense para entrar em Pontevedra. Muitos peregrinos optam por ficar em Castro Dozón, reduzindo assim esta etapa a pouco mais de 20 km. Se optarmos por continuar, chegaremos à cidade de Lalín, famosa pelo seu cozido, e desfrutaremos das magníficas vistas do vale de Deza antes de chegar ao nosso destino de hoje.

Etapa 12
A Laxe - Outeiro (34 km)

Na penúltima etapa do Caminho de Sanabrés, seremos acompanhados por peregrinos procedentes do Caminho de Inverno. Esta é outra longa etapa que atravessa pinheiros e eucaliptos, assim como pequenas aldeias onde quase não temos serviços, mas que finalmente nos leva à província de A Coruña após ter atravessado o rio Ulla. Daqui estamos apenas a 16 km do nosso destino final, Santiago de Compostela, que já aguarda a nossa chegada.

Etapa 13
Outeiro - Santiago de Compostela (16,7 km)

A última etapa do Caminho Sanabrés leva-nos ao nosso objetivo ao longo de uma rota descomplicada que passa perto do Pico Sacro, que podemos subir se quisermos desfrutar de vistas espectaculares. Chegaremos a Compostela a meio da manhã, depois de passar pelas cidades de Angrois e Sar, o que nos dará belas vistas da Catedral desde a sua estrada romana. No centro histórico de Compostela passaremos pela Praça das Praterías, com a sua fonte de cavalos, para desfrutar imediatamente da nossa recompensa ao entrar já na Praça do Obradoiro, situada a poucos metros de distância.

Perfil do Caminho Sanabrés

Perfil do Caminho Sanabrés

Albergues e acomodações no Caminho Sanabrés

Já decidiu fazer o Camino Sanabrés de bicicleta, ou prefere completá-lo a pé, da forma tradicional?

Em qualquer caso, aqui mostramos-lhe os albergues e pousadas das principais etapas do Camino Sanabrés até à sua chegada à comunidade galega.

  • Granja de Moreruela

  • Albergue de peregrinos de Granja de Moreruela (Av. Ángel de la Vega, s/n)
  • Casa Rural Donde Víctor Luna (Av. Ángel de la Vega, 32)
  • Tábara

  • Albergue de peregrinos de Tábara (Camino Sotillo, s/n)
  • Albergue El Roble (El Prado, 3)
  • Mombuey

  • Albergue de peregrinos de Mombuey (De la Iglesia, s/n)
  • Casa El Pajar de Trampas (Plaza de la Iglesia, 5)
  • Hotel La Ruta (Ctra. Villacastín - Vigo, km 35,7)
  • Puebla de Sanabria

  • Albergue Casa Luz (Padre Vicente Salgado, 14)
  • Hostal Raices (Plaza del Arrabal, 8)
  • Hotel Los Perales (Av. de Galicia, 22)
  • Lubián

  • Albergue de peregrinos de Lubián (C. de la Cruz, s/n)
  • Casa Rural La Casa de Irene (C. San Sebastián, 15)
  • A Gudiña

  • Albergue de peregrinos de A Gudiña (Beato Sebastián de Aparicio, s/n)
  • Pensión Óscar (Beato Sebastián de Aparicio, 86)
  • Hostal La Madrileña (Beato Sebastián de Aparicio, 146)

Precisa ajuda para projetar o seu Caminho de Santiago?

Se quer viver toda a experiência do Caminho de Santiago, ajudamo-lo a programar a sua viagem. Apresente-nos a sua questão sem compromisso e nós responderemos muito brevemente.

Os seus dados vão ser comunicados à Pilgrim Travel S.L. , e esta empresa vai gerir a sua solicitação. Para exercer os seus direitos de limitação do tratamento, consulte a política de privacidade. Dados recolhidos por Premium Leads S.L.

Conheça outros Caminhos

O Caminho Francês de Santiago é um dos caminho mais exigentes, mas existem alternativas que deveria conhecer.

» Caminho Francês 764 km / 33 dias
» Caminho Português 620 km / 25 dias
» Caminho do Norte 824 km / 32 dias
» Caminho Primitivo 313 km / 11 dias
» Caminho Inglês 119 km / 6 dias
» Via da Prata 960 km / 27 dias